Como fazer a medição da corrente do aterramento – dicas, passo a passo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

No artigo de hoje, o Portal Eletricista preparou um guia completo para ensinar você a medir a corrente do aterramento. Continue lendo e descubra mais:

A medição da corrente do aterramento deve ser executada para verificar se ele permanece eficiente, já que apenas realizar os passos básicos não é uma tarefa completa, que realmente possibilita saber e atestar a qualidade da corrente.

Recomento A importância do Aterramento e Como fazer a instalação de um chuveiro elétrico.

MEDIÇÃO DA CORRENTE DO ATERRAMENTO – MÉTODO 1

medição da corrente do aterramento com terrômetro
medição da corrente do aterramento com terrômetro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste método, iremos medir a resistência do aterramento com o terrômetro, para dessa forma identificar se ele está apto a realizar a proteção elétrica.

 

Passo 1

Faça a medição inicial do aterramento entre o orifício do terra e o orifício da fase.

 

Passo 2

A segunda medição deverá ser realizada entre o orifício do terra e do neutro, com o valor de resposta que seja preferencialmente menor do que 3v, pois quando o valor fica acima, pode ser a indicação de que há algum problema no aterramento.

 

Atenção!

Quando o valor medido entre o terra e o neutro resultar em 0 volt, isso não significará que o aterramento é eficiente, pelo contrário, pode indicar a falta do aterramento.

Meça o aterramento semestralmente ou anualmente, pois há possibilidade de ocorrer oxidações e afrouxamentos dos pinos e das tomadas, que prejudica ainda mais o aterramento.

MEDIÇÃO DA CORRENTE DO ATERRAMENTO – MÉTODO 2

medição da corrente do aterramento com lâmpada
medição da corrente do aterramento com lâmpada

 

 

 

 

 

 

 

 

Um segundo método utilizado para medir a corrente do aterramento, é através de uma lâmpada de 60w, e muitos profissionais consideram até que esse seja o método mais confiável e preciso.

Ele pode ser utilizado para substituir a medição com o aparelho específico, o terrômetro, o que acaba deixando o custo para operação mais econômico.

 

Atenção!

Tome muito cuidado para que os fios não escapem, pois isso poderá fechar o curto e até mesmo causar choques. Para garantir, desligue a chave da casa (geral), faça a conexão dos fios na tomada e só depois ligue a chave novamente.

 

PASSO A PASSO DETALHADO

Materiais

  • Lâmpada incandescente de 60w;
  • Multímetro;
  • Bocal com dois pinos para a lâmpada;
  • Boca tradicional para conectar os fios;
  • Dois pedaços de fio médios com aproximadamente 20 cm e 4 pontas descascadas.

 

  1. Faça o ajuste do voltímetro para ACV (corrente alternada);

 

  1. Se a rede for 110 v, marque 200, e se a rede for 220v, marque 750;

 

  1. Faça a medição da voltagem entre a fase e neutro, e memorize o valor resultante;

 

  1. Conecte finalmente a lâmpada no bocal e parafuse ou enrosque nos conectores ou nos pinos;
  2. Faça a conexão do fio da lâmpada já com o bocal nos orifícios do terra e do fase;

 

  1. Se a lâmpada acender normalmente, faça a medição;

 

  1. Para saber se o aterramento está em boas condições, a diferença entre fase e terra, e fase e neutro, obtidas com a lâmpada conectada deve ser de até 10 volts para as redes que são de 110v e de até 20v para as redes que são de 220v.

 

Tem mais alguma dúvida? O que achou do artigo Como fazer a medição da corrente do aterramento? Deixe os seus comentários. Quem sabe o próximo artigo não pode ser especialmente para você?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Postar Comentários

Comentários

3 comentários em “Como fazer a medição da corrente do aterramento – dicas, passo a passo

  • 15 de julho de 2015 em 22:04
    Permalink

    ACHEI O TEMA INTERESSANTE, MAS HÁ EQUÍVOCOS COM RELAÇÃO AS GRANDEZAS ELÉTRICAS E SUAS UNIDADES DE MEDIDAS, BEM COMO OS SEUS INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO. CONCORDO COM O COMENTÁRIO DO RAFAEL GARCIA.

    Resposta
  • 10 de fevereiro de 2015 em 15:07
    Permalink

    “Quando há injeção de corrente elétrica na terra, seja pela ocorrência de uma falta na instalação ou por raios, as correntes dispersas pelo sistema de aterramento provocam o surgimento de diferenças de tensão entre pontos da superfície do solo (tensões superficiais). Dependendo
    da forma com que essas tensões forem referenciadas, aplicam-se os conceitos de tensão de passo e de toque”
    Então o que se pode medir em sistema de aterramento e a diferença de potencial e a resistência ôhmica. e incorreto afirma que se pode medir corrente de aterramento com tal descrição. a descrição trata de medição de tensão e não de corrente.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×