Portal Eletricista

Dicas Gerais sobre instalação elétrica



Como fazer a medição da corrente do aterramento – dicas, passo a passo

Como fazer a medição da corrente do aterramento - dicas, passo a passo
1.9K Flares Twitter 0 Facebook 1.9K Google+ 3 1.9K Flares ×

No artigo de hoje, o Portal Eletricista preparou um guia completo para ensinar você a medir a corrente do aterramento. Continue lendo e descubra mais:

A medição da corrente do aterramento deve ser executada para verificar se ele permanece eficiente, já que apenas realizar os passos básicos não é uma tarefa completa, que realmente possibilita saber e atestar a qualidade da corrente.

Recomento A importância do Aterramento e Como fazer a instalação de um chuveiro elétrico.

MEDIÇÃO DA CORRENTE DO ATERRAMENTO – MÉTODO 1

medição da corrente do aterramento com terrômetro

medição da corrente do aterramento com terrômetro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste método, iremos medir a resistência do aterramento com o terrômetro, para dessa forma identificar se ele está apto a realizar a proteção elétrica.

 

Passo 1

Faça a medição inicial do aterramento entre o orifício do terra e o orifício da fase.

 

Passo 2

A segunda medição deverá ser realizada entre o orifício do terra e do neutro, com o valor de resposta que seja preferencialmente menor do que 3v, pois quando o valor fica acima, pode ser a indicação de que há algum problema no aterramento.

 

Atenção!

Quando o valor medido entre o terra e o neutro resultar em 0 volt, isso não significará que o aterramento é eficiente, pelo contrário, pode indicar a falta do aterramento.

Meça o aterramento semestralmente ou anualmente, pois há possibilidade de ocorrer oxidações e afrouxamentos dos pinos e das tomadas, que prejudica ainda mais o aterramento.

MEDIÇÃO DA CORRENTE DO ATERRAMENTO – MÉTODO 2

medição da corrente do aterramento com lâmpada

medição da corrente do aterramento com lâmpada

 

 

 

 

 

 

 

 

Um segundo método utilizado para medir a corrente do aterramento, é através de uma lâmpada de 60w, e muitos profissionais consideram até que esse seja o método mais confiável e preciso.

Ele pode ser utilizado para substituir a medição com o aparelho específico, o terrômetro, o que acaba deixando o custo para operação mais econômico.

 

Atenção!

Tome muito cuidado para que os fios não escapem, pois isso poderá fechar o curto e até mesmo causar choques. Para garantir, desligue a chave da casa (geral), faça a conexão dos fios na tomada e só depois ligue a chave novamente.

 

PASSO A PASSO DETALHADO

Materiais

  • Lâmpada incandescente de 60w;
  • Multímetro;
  • Bocal com dois pinos para a lâmpada;
  • Boca tradicional para conectar os fios;
  • Dois pedaços de fio médios com aproximadamente 20 cm e 4 pontas descascadas.

 

  1. Faça o ajuste do voltímetro para ACV (corrente alternada);

 

  1. Se a rede for 110 v, marque 200, e se a rede for 220v, marque 750;

 

  1. Faça a medição da voltagem entre a fase e neutro, e memorize o valor resultante;

 

  1. Conecte finalmente a lâmpada no bocal e parafuse ou enrosque nos conectores ou nos pinos;
  2. Faça a conexão do fio da lâmpada já com o bocal nos orifícios do terra e do fase;

 

  1. Se a lâmpada acender normalmente, faça a medição;

 

  1. Para saber se o aterramento está em boas condições, a diferença entre fase e terra, e fase e neutro, obtidas com a lâmpada conectada deve ser de até 10 volts para as redes que são de 110v e de até 20v para as redes que são de 220v.

 

Tem mais alguma dúvida? O que achou do artigo Como fazer a medição da corrente do aterramento? Deixe os seus comentários. Quem sabe o próximo artigo não pode ser especialmente para você?

Postar Comentários

Comentários

Tags:

2 Responses

  1. WILSON RAMOS DA SILVA diz

    ACHEI O TEMA INTERESSANTE, MAS HÁ EQUÍVOCOS COM RELAÇÃO AS GRANDEZAS ELÉTRICAS E SUAS UNIDADES DE MEDIDAS, BEM COMO OS SEUS INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO. CONCORDO COM O COMENTÁRIO DO RAFAEL GARCIA.

  2. Mith Biajo diz

    “Quando há injeção de corrente elétrica na terra, seja pela ocorrência de uma falta na instalação ou por raios, as correntes dispersas pelo sistema de aterramento provocam o surgimento de diferenças de tensão entre pontos da superfície do solo (tensões superficiais). Dependendo
    da forma com que essas tensões forem referenciadas, aplicam-se os conceitos de tensão de passo e de toque”
    Então o que se pode medir em sistema de aterramento e a diferença de potencial e a resistência ôhmica. e incorreto afirma que se pode medir corrente de aterramento com tal descrição. a descrição trata de medição de tensão e não de corrente.

POSTAR UM COMENTÁRIO


1.9K Flares Twitter 0 Facebook 1.9K Google+ 3 1.9K Flares ×