Portal Eletricista

Dicas Gerais sobre instalação elétrica



Economia de Energia: O Gerador Elétrico e a redução de consumo

Economia de Energia: O Gerador Elétrico e a redução de consumo
26 Flares Twitter 0 Facebook 26 Google+ 0 26 Flares ×

A eletricidade é algo essencial à vida. O ser humano usufrui dos benefícios que ela proporciona em termos práticos, desde quando utiliza um simples eletrodoméstico até mesmo quando acende uma lâmpada no interior de algum ambiente específico. Quando a energia proveniente da rede elétrica de fornecimento que pertence à concessionária falta, percebemos que durante o tempo em que ocorre essa interrupção nada que utilize corrente elétrica funciona. É aí aonde somos privados de alguns prazeres como assistir a uma televisão ou necessidades como preparar a uma vitamina pra beber utilizando o liquidificador em nossas residências.

Visando solucionar esse problema que pode ocorrer inesperadamente, evitando que nossos equipamentos deixem de ser utilizados, foi criado o gerador de energia elétrica que destina-se a substituir o sistema em falta por algumas horas (que representa autonomia). Considerando-se que o racionamento energético é uma realidade atual no Brasil, a venda de geradores tem crescido de forma considerável em todo o país.

Variáveis para escolha de um gerador

Basicamente a escolha de um gerador deve ser feita com base no seu tamanho, pois será adaptado a uma determinada área e deve ajustar-se a ela, no valor a ser pago que varia conforme a tecnologia utilizada e nas necessidades a serem supridas. Em termos de avaliação devemos observar a potência que é capaz de fornecer, segurança que provê em termos de uso, protetor de sobrecarga que seria um disjuntor adaptado a ele que consegue pressentir quando o limite de carga suportado fora ultrapassado e garantia do fabricante que assegura substituição do produto ou reparo no caso de algum defeito de fábrica ter sido apresentado.

Como equipamento auxiliar a ser utilizado em alguns períodos de tempo durante o dia, o gerador não pode ocupar muito espaço e nem produzir ruídos em excesso, tornando-se aplicável a qualquer ambiente residencial. Observe todas as demais características como capacidade do tanque de combustível, se a regulação de voltagem é automática (quando adapta-se a qualquer rede elétrica seja de 110 V ou 220 V), o tipo de partida (procedimento utilizado pra ligar o gerador), saída de ar para refrigeração (evitando que o aparelho queime devido a superaquecimento), a pintura que o recobre e seu material constituinte.

Modelos de Geradores: Qual escolher?

Os geradores possuem potências que vão de 1850 W até 12 kW. Existem basicamente dois tipos:

Geradores Potentes – Para uso domiciliar aonde vários eletrodomésticos serão alimentados pela energia gerada. Exemplos de equipamentos abastecidos: lâmpadas, celular carregando quando ligado a tomadas, geladeira em funcionamento, etc.

Geradores Portáteis – Para uso em aplicações simples por ser mais prático devido a suas dimensões, portanto compacto e bem mais leve. De baixo consumo, possui autonomia de até 8 horas com apenas um tanque de gasolina. Pode-se utilizá-lo por exemplo quando vamos acampar ou a uma pescaria.

Seja qual for o modelo escolhido, é fundamental observar a quantidade de aparelhos que serão alimentados, somando suas potências o valor resultante é que determina qual a potência do gerador a ser adquirido. Em particular, considere para esse cálculo a capacidade máxima de cada aparelho. Os geradores potentes (robustos) possuem aplicação industrial e são movidos a diesel, já os portáteis utilizados a nível de consumo residencial utilizam gasolina, devendo ser instalados em locais arejados e com isolamento acústico.

Como esses aparelhos assemelham-se aos motores veiculares, precisam de manutenção periódica que previna falhas mecânicas e de ordem elétrica também. Sendo tal procedimento algo oneroso, deve-se fazer uso do gerador apenas em situações emergenciais.

 Exemplo de Gerador de Energia Potente – Robustez e Aplicação IndustrialExemplo de Gerador de Energia Potente – Robustez e Aplicação Industrial

Exemplo de Gerador Portátil para aplicações simples – Prático e Adequado ao Uso ResidencialExemplo de Gerador Portátil para aplicações simples – Prático e Adequado ao Uso Residencial

Redução de Consumo Energético: Demonstrativo com Gerador.

Os tanques de combustível dos geradores suportam entre 3,5 e 35 litros. Esse fator determina o valor necessário a ser gasto para mantê-lo cheio. Vamos supor duas situações considerando os preços atuais da gasolina e óleo diesel:

Analisando um gerador portátil com capacidade 3,5 litros e a gasolina custando em média R$ 2,83 o litro, deduzimos que o gasto seria de R$ 9,90 por tanque.

Se levarmos em conta um gerador potente com aplicação industrial que garanta a continuidade da produção no caso de falha do sistema de fornecimento, sendo a capacidade do tanque de 35 litros por exemplo, com o óleo diesel comercializado a R$ 2,20 o litro, o gasto será de R$ 77,00 por tanque.

Em termos de autonomia, os geradores portáteis alcançam de 7 a 8 horas de funcionamento a plena carga.

Geradores potentes garantem autonomia da ordem de 10 horas ou mais.

As indústrias utilizam de forma bem mais frequente seus grupos geradores sobretudo no horário de ponta em que a tarifação da energia é mais cara, suprindo a alimentação requisitada pelos equipamentos em funcionamento. Isso reduz drasticamente o consumo, pois sendo clientes horo-sazonais de uma concessionária qualquer, devem buscar soluções viáveis que possam atrair economia no uso de aparelhagem interna, além de evitar paradas no setor produtivo que incorreriam em prejuízos financeiros enormes.

A título de ilustração, vejamos por exemplo como o gerador pode contribuir para redução no pagamento da conta mensal de energia:

Em abril de 2011, o Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição localizado no município de Três Rios, estado do Rio de Janeiro, adquiriu um gerador a diesel para auxiliar no abastecimento de energia elétrica da instituição que é administrada pela Associação Congregação de Santa Catarina. Estudos apontam que a economia mensal obtida com uso desse equipamento atinge 50%. Os dados foram retirados do site Congregar Online. Confira no seguinte link: http://congregar.acsc.org.br/hcnsc-faz-economia-de-energia-com-o-uso-de-gerador-a-diesel

  Provando a Redução de Consumo Energético: Demonstrativo com Gerador

Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição: Uso de gerador a diesel reduziu pela metade o gasto com energia (Obs.: Legenda da foto)

Conclusões

Atualmente com o racionamento de água (utilizada na produção de energia) principalmente nas regiões mais secas com invernos irregulares, sendo parte da realidade atual no Brasil, é justificável o uso de geradores elétricos para redução de gastos com eletricidade pelos clientes que são beneficiados com o recebimento desse bem essencial que é a energia. O setor industrial e comercial que respondem por uma parcela significativa dos investimentos realizados pelas concessionárias para manutenção de um fornecimento estável, devem ser os principais interessados em buscar nessa alternativa razões suficientes para que consumam energia de modo eficiente, evitando também prejuízos que venham a ser ocasionados por uma sobrecarga do sistema elétrico. Essas atitudes contribuem para uma vida melhor, prevenindo contra desperdícios e desequilíbrio ambiental.

Postar Comentários

Comentários

Tags:

Comentário

  1. Gerador Solar Fotovoltaico diz

    excelente site

POSTAR UM COMENTÁRIO


26 Flares Twitter 0 Facebook 26 Google+ 0 26 Flares ×