Lâmpada fluorescente – dicas, economia, durabilidade, passo a passo

Lâmpada fluorescente - dicas, economia, durabilidade, passo a passo
172 Flares Twitter 0 Facebook 171 Google+ 1 172 Flares ×

Nos dias de hoje já se conta com o incentivo do governo, de órgãos ambientais e de fabricantes para fazer a substituição do uso de lâmpada incandescente por lâmpada fluorescente compactas.

Esse tipo de situação teve o seu início na crise energética de 2001 (divulgado na imprensa como o Escândalo do Apagão) com uma finalidade mais econômica, e hoje toma um apelo ambiental, já que as grandes vantagens na substituição das lâmpadas são o menor consumo de energia e a maior durabilidade das lâmpadas fluorescentes frente às incandescentes.

Economia x durabilidade

Ao mesmo tempo em que as lâmpadas fluorescentes são mais econômicas em relação ao consumo de energia e durabilidade, por outro são pouco atrativas quando se fala de custo (preço de venda). Uma lâmpada fluorescente compacta custa em média 8X mais que uma lâmpada incandescente equivalente.

Mediante a essa comparação é obvio que você pode estar se perguntando: Mas se a fluorescente consome menos e dura mais, então compensa a troca! E é aí que chamo a atenção de vocês. E é nesse momento que é importante ficar atento para certos detalhes.

Fique de olho nas informações!

A fim de conseguir gerar o mesmo fluxo luminoso, uma lâmpada fluorescente consome menos energia que uma lâmpada incandescente de modo que Isso se deve ao princípio de funcionamento de cada lâmpada. Dessa forma, a partir do momento em que a incandescente gera luz a partir do aquecimento de um filamento de condutor que normalmente é tungstênio, a fluorescente depende de um circuito eletrônico. Essa eletrônica é mais exigida no momento do acendimento da lâmpada.

Portanto, uma lâmpada fluorescente não dura muito tempo quando está num ambiente onde o acende e apaga é muito frequente. Com a durabilidade comprometida, seu uso pode representar prejuízo. ( Leia mais aqui)

Lâmpada fluorescente - dicas, economia, durabilidade, passo a passo
Lâmpada fluorescente – dicas, economia, durabilidade, passo a passo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode fazer a pesquisa em muitos sites de fabricantes como a Osran , GE , Philips , Taschibra e FLC e como era de se esperar, a maior preocupação desses fabricantes era mostrar a variedade de produtos a disposição do consumidor. Somente o fabricante FLC trazia a informação sobre as condições de durabilidade da lâmpada diretamente na descrição do produto: “3 anos de duração usando 2,7 horas diárias, 1 acendimento por dia e 1.000 horas por ano”. A Osran possui uma página de “dúvidas frequentes” que traz a informação.

Sendo assim, a dica mais valiosa nesse caso é que você faça o uso de lâmpadas fluorescentes em ambientes onde o acendimento da lâmpada não seja frequente, e ela fique acesa por longos períodos de tempo (cozinhas, salas, quantos…). Em locais onde o acende e apaga é frequente e a lâmpada fica acesa por períodos curtos como nos banheiros, por exemplo, as lâmpadas fluorescente terão sua durabilidade comprometida, portanto continue com as lâmpadas incandescentes.

Postar Comentários

Comentários

About

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *