Portal Eletricista

Dicas Gerais sobre instalação elétrica



Reator – O que é, como funciona, dicas, passo a passo

reator
344 Flares Twitter 0 Facebook 344 Google+ 0 344 Flares ×

Agora chega de mistério , finalmente saberemos o que um reator realmente faz , ouvimos essa palavra em boa parte de filmes de ação e nunca nos explica para que serve , então, chega de interrogação nas nossas cabeças , finalmente teremos as grandes respostas para estas perguntas.

Como saber se um reator de lâmpada fluorescente queimou – dicas, passo a passo
Tipos de Lâmpadas e sua Relação Custo-Benefício
Instalações Elétricas: Montagem de um Quadro de Distribuição

Se você é fã incondicional dos Simpsons , sabe que Homer trabalha numa Usina nuclear especialmente na manutenção de um reator nuclear , desenhos a parte , aqui esta a explicação de um reator nuclear:

É uma câmara de resfriamento hermética, blindada contra a radiação, onde é controlada uma reação nuclear para a obtenção de energia, produção de materiais fissionáveis como o plutônio para armamentos nucleares, propulsão de submarinos e satélites artificiais ou para pesquisas.

De uma forma simples, as primeiras versões de reator nuclear produzem calor dividindo átomos, diferentemente das estações de energia convencionais, que produzem calor queimando combustível. O calor produzido serve para ferver água, que irá fazer funcionar turbinas a vapor para gerar eletricidade.

E em Springfiend , a missão de cuidar do reator nuclear é de Homer Simpson o que garante boas gargalhadas e confusões.

Existem também os reatores químicos , que resumindo tudo , é o recipiente onde ocorrem reações químicas e a transferência de massa e calor. E nada de Homer Simpson nesse caso.

Temos também os reatores eletromagnéticos que são aparelhos auxiliares que serve para dar partida estabilizada e firme à lâmpada fluorescente, sem cintilação em qualquer situação. Sem reator, a lâmpada ligada diretamente à rede irá exigir mais e mais corrente até se queimar; a corrente ideal para o funcionamento da lâmpada é limitada pelo reator.

Um dos melhores exemplos que temos são as lâmpadas fluorescentes são tubo de vidro revestido internamente com um pó fluorescente (geralmente fósforo) e preenchida com um gás raro inerte (argônio). A corrente que atravessa o tubo produz a luz. Esta corrente deve ser limitada e estabilizada pelo reator para manter as características de funcionamento da lâmpada.

Quando o reator não tem as características elétricas adequadas, ele estabiliza a corrente acima ou abaixo da necessária, causando queima prematura ou baixa emissão de luz, além do superaquecimento que aumenta o consumo, transformando a energia em calor e prejudicando a segurança da instalação (com risco de curtos-circuitos e incêndios).

Agora você já sabe que existe os mais diversos reatores nesse mundo , pode comentar esse novo conhecimento para os seus amigos e colegas e impressiona-los mostrando o quanto você é inteligente , curiosa ou enxerida(irá depender de como você irá contar essas informações)

E se você for uma pessoa muito nerd , pode sentir vontade de fazer aqueles antigos exercícios de física que fazia na época da escola ou faculdade.

E caso você não seja uma pessoa muito boa em física , pode ver um episodio do programa mais famoso do mundo “The simpsons” e finalmente entender o que o Homer deveria estar fazendo no trabalho , o que sabemos que ele nunca faz e nem se importa muito com isso.

Postar Comentários

Comentários

Tags:

POSTAR UM COMENTÁRIO


344 Flares Twitter 0 Facebook 344 Google+ 0 344 Flares ×