Categorias
Eletricista Instalações

Quais são os melhores condutor de eletricidade

Quais são os melhores condutor de eletricidade

 

Você que já é eletricista a muitos ano, ou então esta começando agora, vocês conhecem os condutor elétricos? Qual o melhor condutor elétrico? O que é condutividade elétrica? Neste artigo vamos falar esclarecer estas perguntas que muitas pessoas se fazem.
Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split
Como escolher o modelo de ar condicionado ideal
Quantas lampadas podem ser instaladas em um disjuntor? dicas

Condutores e Condutividade elétrica

Os condutores elétricos são formados por materiais que contem propriedades características de partícula livre em sua camada é carregado eletricamente, bom para explicar melhor vou dar um exemplo. Quando aplicamos uma carga sobre qualquer tipo de metal, os elétrons irão se mover e assim permitir que a eletricidade flua por ele, deste modo, o material que estiver com maleabilidade dos elétrons são os que possuem melhores características de condutibilidade elétrica, já os com baixa ou ate mesmo nula movimentação de elétrons são considerado isolantes.

Já a condutividade elétrica é uma grandeza que é utilizada para estabelecer a capacidade de cada material que ira receber a carga elétrica e assim manterem o fluxo de corrente.

Para me expressar melhor, vou explicar de um modo mais simples e geral, a condutibilidade é o oposto da resistividade elétrica, pois bem, quando a resistividade esta medindo o quanto o material bloqueia a passagem da corrente elétrica, a condutividade vai medir o quanto o material deixa de fluir eletricamente em seu corpo.

Materiais condutores de eletricidade

Os materiais sólidos possuem maior porcentagem de condução da eletricidade, deste modo, foram classificados 3 conjuntos de condutores:

  • Bom condutor
  • Semicondutores
  • Isolantes

A seguir conheça um pouco sobre os condutores elétricos e veja quem são eles

Condutor de cobre e prata

Como você já deve saber, a prata é o material que mais possui elétrons livre em sua ultima camada, deste modo, torna-se um excelente condutor de eletricidade.

Já no caso do cobre, ele possui uma quantidade de elétrons livre muito o baixo do que a prata, porém, o cobre é bem mais utilizado, isto acontece por causa de seu custo e suas propriedades mecânicas atende muito bem as necessidades de um projeto simples.

A prata também  é muito utilizada em na elétrica, mas em certas ocasiões especificas e também em equipamentos onde a prata ira lhe trazer uma maior vida útil, como por exemplo, é o caso dos satélites.

Ouro

O ouro é um excelente condutor, ele ainda possui algumas características químicas e mecânicas que o fez ficar muito valioso no mundo da eletricidade. Ao contrario do aço e outros metais, o ouro não oxida quando exposto ao oxigênio, desta forma ele tem infinitas utilidades, ele é utilizado principalmente em circuitos integrados e conectores. Há ainda a pratica de banhar os condutores em ouro, para que assim melhore sua condutibilidade e não gaste muito por isso.

Aço e latão

Esses dois materiais são os que possuem uma maior utilização nos condutores, podem ser utilizados tanto como tratamento como também na cobertura, o aço por ser mais difícil de moldar e trabalhar em espessuras finas possui uma única função de tratamento em materiais que precisem corrigir estruturas, no caso do latão é mais utilizado por ter um melhor custo beneficio, isto acontece porque sua maleabilidade estrutural é possível reutilizar após aplicado.

Aprenda também como fazer uma conexão elétrica correta clicando aqui.

Categorias
Dicas Eletricista Instalações

Dispositivos de proteção para instalações elétricas residenciais

Dispositivos de proteção para instalações elétricas residenciais

Para que você possa ter uma instalação elétrica segura e dentro das normas da NBR5410, é necessário que você utilize dispositivos de segurança para a proteção dos circuitos da residência, tanto contra choques elétricos quanto sobreaquecimento ou surtos de corrente ou tensão.
Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split
Como escolher o modelo de ar condicionado ideal
Quantas lampadas podem ser instaladas em um disjuntor? dicas

A seguir veja nosso post e entenda quais são as importâncias e os funcionamentos dos dispositivos de proteção para as instalações elétricas residenciais.

Disjuntor Termomagnético (DTM)

Quando um circuito elétrico é submetido a uma carga excessiva por um período prolongado de tempo, ocorre um sobreaquecimento dos condutores envolvidos, que podem se propagar inclusive para os outros condutores próximos. Do mesmo modo que um curto-circuito gera um pico de corrente capaz de aquecer os condutores muito mais rapidamente. Para que seja possível o desgaste ou mesmo a queima dos condutores da instalação, todo circuito residencial de ser protegido com um disjuntor termomagnético, responsável por interromper o funcionamento de circuitos assim que eles apresentarem picos muito altos de corrente ou sinais de sobreaquecimento.

A proteção contra o curto-circuito se deve a uma bobina instalada nesse tipo de disjuntor. Com a variação brusca da corrente elétrica, características de uma situação de curto-circuito, temos também uma forte variação do campo magnético. Caso esta variação for o suficiente para mover o núcleo de ferro do disjuntor, haverá interrupção mecânica do circuito.

Esta proteção é possível por causa de um segundo mecanismo, composto por um atuador bimetálico. Ele é composto por duas placas metálicas em contato que se deformam e abrem o circuito caso o mesmo sobra um sobreaquecimento.

Interruptor Diferencial Residual (IDR)

Em uma instalação que segue as norma NBR5410, não existe choques elétricos. Com esta finalidade, é indispensável utilizar um interruptor diferencial residencial, que é capaz de detectar fugas de correntes, bom, vamos explicar de outro jeito, é a diferença da corrente que sai  e a corrente que entra no dispositivo. Esta tal diferença significa que uma parte da corrente que deveria estar circulando pelo circuito foi desviada de sua real trajetória, deste modo, volta ao dispositivo com assa tal parte desviada falando. Isto ocorre devido a um choque elétrico ou falhas de isolação.

Para que você tenha uma instalação ideal, você necessitaria de além do DTM, você possua um IDR para cada circuito elétrico do quadro de força. Mas, estes dispositivos possuem um alto valor e utilizar alguns deles ira encarecer e muito seu projeto. Então uma solução que também esta na norma é a utilização de um único IDR na proteção geral, que além de deixar a instalação mais barata, conta com a inconveniência de desarmar todas as instalações no caso da detecção de uma falta.

Dispositivos de Proteção Contra Surtos (DPS)

Além da proteção contra excesso e a detecção de falta de corrente, há alguns dispositivos que são capasses de detectar as variações mais bruscas da tensão elétrica. Picos de tensão podem ocorrer na presença de descargas atmosféricas, durante chuvas muito forte, podendo assim danificar os dispositivos eletrônicos da resistência. Para que você não tenha um prejuízo desse, é muito aconselhavel que você possua a instalação de um DPS, que são capazes de limitar sobretensões e enviar para a terra os custos de corrente que ocorrem caso uma descarga atmosférica entre em contato com a rede elétrica.

 

Categorias
Dicas Instalações

Vantagem da Partida Estrela Triangulo

Vantagem da Partida Estrela Triangulo

O modelo partida estrela triangulo consiste no start de motores elétricos trifásicos, isto significa que ele precisa de uma chave de uma mesma nomenclatura para que possa ser acionado. A partida desses motores por intermédio dessa chave pode ser tanto manual quanto automática, tudo vai depender do sistema em que está ligado e a necessidade da empresa, mas o que é igual em todas as ligações é que essa chave estrela triangulo é interligada aos enrolamentos do motor que por sua vez estão acessíveis com 6 terminais.
Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split
Como escolher o modelo de ar condicionado ideal
Quantas lampadas podem ser instaladas em um disjuntor? dicas

Funcionamento da Partida Estrela Triangulo

O funcionamento da partida estrela triangulo, o motor inicia em sua configuração estrela e dessa forma proporciona uma impedância mais elevada com uma menor tensão em suas bobinas, deste modo, ela faz com que a corrente tenha uma queda em suas eventuais paradas, e assim, resultando em uma perda considerável do toque na partida desse motor.

Essa eventual manobra faz com que o motor faça uma parada mais suave, ela também consegue reduzir a sua corrente de partida utilizando 1/3 da corrente que ela utilizaria normalmente em uma parada mais direta.

Essa manobra faz com que o motor use uma partida visa a diminuição do pico de corrente na partida do motor, porém lembramos que você nunca deve tomar essa configuração de ligação como um padrão, sempre que for utilizar este recurso, procure analisar se este é realmente o seu problema principal, isso porque as chaves estrela triangulo são muito caras, por causa disso, o mais viável seria utiliza-las em motores superiores a 20 HP de potência, explicando de um outro jeito, se você por exemplo, tiver um motor de 10 HP não vantagem utilizar a chave estrela triangulo, isto é, caso não tenha nem um empecilho, caso não tiver algum impedimento, opte pelo uso do método de parada direta.

Características de fechamento

  1. Triangulo

A definição deste eventual fechamento, é fazer com que o motor receba uma um nível menor de tensão em seu projeto elétrico, veja o exemplo a seguir.

Vamos supor que você tenha um motor com uma tensão de 220/380 V, caso esse motor esteja em fechamento em triangulo, ele terá uma inserção da tensão  220 V.

Veja como fazer o ligamento de seus terminais.

  • 1-6 (rede R)
  • 3-5 (rede S)
  • 4-2 (rede T)
partida
partida
  • Estrela

O motor que possui o fechamento das suas bobinas tem como principal finalidade ter uma tensão de alto nível em sua partida de acordo com o projetado, deste modo, os motores que possuem uma alimentação 220/380 V, com o fechamento estrela será permitido que você atue com uma tensão de 380 V. Veja a seguir como fazer o ligamento de seus terminais.

  • 4 – 5 – 6 (união)
  • 1 (rede R)
  • 2 (rede S)
  • 3 (rede T)
partida
partida

Quais precauções tomar

O aspecto mais importante que deve ter total atenção é a questão de quando o sistema triangulo deverá entrar em ação. Isto é, esta ligação sé deve ser acionada quando o motor estiver no mínimo em 90% de sua rotação nominal, deste modo a chave estrela triangulo deverá ser executada neste parâmetro de referência.

Categorias
Dicas Eletricista Instalações

Como fazer um aterramento eletrico residencial – A importância de um aterramento eficiente.

Como fazer um aterramento eletrico residencial – A importância de um aterramento eficiente.

O aterramento elétrico é fundamental na hora da instalação elétrica, neste artigo vamos mostrar como fazer um aterramento eletrico residencial com as  3 funções principais.
Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split
Como escolher o modelo de ar condicionado ideal
Quantas lampadas podem ser instaladas em um disjuntor? dicas

  1. A primeira função é descarregar as cargas acumuladas em sua carcaça para a terra.
  2. A segunda é facilitar o funcionamento dos dispositivos de proteção, como as chaves, fusíveis, disjuntores, entre outros.
  3. A terceira e muito mais importante, é a função de proteger o usuário, como quando por exemplo, acontece uma descarga atmosférica. Assim o aterramento eletrico residencial funciona como um meio para conduzir tal eletricidade até a terra.

Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split
Como escolher o modelo de ar condicionado ideal
Quantas lampadas podem ser instaladas em um disjuntor? dicas
Claro que o aterramento elétrico possui outras funções, como por exemplo, ele elimina as interferências eletromagnéticas (EMI).

Não basta apenas ter um aterramento eletrico residencial instalado em sua casa ou em sua empresa. É necessário que este aterramento esteja em vigor com as normas regulamentadoras e seja, logico e eficiente.

Dicas para fazer aterramento eficiente

Antes de iniciar o procedimento, você deve estar atento as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e nas Normas Brasileiras Regulamentadores (NBR).

Dentre várias normas, atente-se as especificações da NBR 5410 (Instalação Elétrica de Baixa Tensão. Na seguinte subseção, 6.3.3.1,  é possível que você encontre sistemas de aterramentos que podem ser feitos, qual o melhor tipo para sua obra.

Para instalar um aterramento a um aparelho específico, o fabricante vem informando qual o tipo de sistema de aterramento pode ser utilizado.

Caso não haja informações, opte por utilizar o sistema TT sempre que for possível. Caso você não consiga opte pelo TN-S e no ultimo caso escolha o sistema TNC.

Os cálculos de dimensionamento de um aterramento eletrico residencial tem que na maioria das vezes se feito por um engenheiro elétrico, o mesmo pode lhe indicar melhor qual o melhor sistema a ser utilizado.

Dicas de como fazer um aterramento eletrico residencial.

1° dica

Na hora de escolher hastes de aterramento, procure sempre escolher sistemas com hastes de 2,5 m, pois assim diminui e muito os riscos de atingir algum duto subterrâneo na hora de sua instalação.

As hastes são feitas de aço e revestida de cobre com o comprimento de 1,5 a 4,0 m, analise bem sua instalação e veja qual comprimento melhor de adaptação ao seu projeto.

2° dica

O eletrodo de cobre citado na dica anterior, deve ser deixado apenas 10 cm para fora, o resto deverá ser todo enterrado. Os eletrodos indicados e também os mais utilizados são os de chapas, cabos, hastes e malhas, e todos eles são feitos de cobre.

3° dica

Agora é hora de conectar um cabo ao eletrodo e leva-lo até o quadro central, e conecta-lo a barra de terra, de tal forma que os fios sejam colocados um e cada eletrodo. Para ficar melhor de intender, cada fio terra será ser conectado a uma tomada.

4° dica

Na hora de colocar o fio Terra, a bitola deve acompanhar a bitola do fio fase, regra valida para cabos de até 16 mm². Passando os 16 mm², a bitola do fio terra pode apresentar metade da dimensão do fio fase.

As cores padrões geralmente são o verde e/ou amarelo.