Categorias
Dicas

Tabela de disjuntores – Como escolher, normas, tipos, dicas, passo a passo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Um disjuntor é uma ferramenta eletromecânica, que tem função semelhante a de um interruptor automático, funcionamento como um protetor de um determinado circuito ou estrutura elétrica evitando queimas de circuitos, danos como choques elétricos e descargas elétricas em residências, prédios e estabelecimentos.

Este item está presente desde o fundamento das construções hoje em dia, encontramos ele presente no quadro de luz aos mecanismos complexas das máquinas das indústrias automobilísticas e metalúrgicas.

Como dimensionar disjuntor trifásico – dicas, passo a passo
Como colocar um disjuntor em uma fase diferente
Como determinar se o terminal superior de um disjuntor é par ou ímpar

tabela-de-disjuntores

 

 

 

 

 

 

 

Dentre os disjuntores mais utilizados nas construções um dos que mais se destacam pela sua eficiência é o Disjuntor DR. A seguir podemos acompanhar uma tabela de disjuntores com especificações a respeito desse dispositivo.

tabela-de-disjuntores2

Podemos verificar as características dos disjuntores monopolar, bipolar e seus tipos A e AC, conforme suas correntes nominais estão dispostas juntamente com a corrente nominal residual.

Os disjuntores DR que possuem corrente residual nominal com parâmetro 30mA são utilizadas para proteger os dispositivos elétricos e pessoas presentes de queimas de materiais, curtos-circuitos e choques elétricos mortais.

Escolhendo o disjuntor certo de acordo com as normas

Na hora de instalar algum componente é de enorme importância que você obedeça a normas e padrões para evitar algum transtorno futuro.

Indica-se que utiliza um disjuntor em construções com corrente nominal (In) igual ou maior ao do circuito que será protegido numa relação que compreende a expressão:

tabela-de-disjuntores3

 

 

 

Ficando a corrente nominal entre os valores 34A e 41A. Abaixo podemos verificar uma tabela explicativa sobre essa norma:

tabela-de-disjuntores4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seguindo a instrução da Norma NBR NM 60898, se você for realização uma instalação numa residência terá que seguir a risca a regulamentação conforme registrado na tabela acima.

Se o circuito possui tensão de 127V, obrigatoriamente o disjuntor deverá ser monopolar, por motivos de segurança.

Há também a determinação que em circuitos com emprego de tomadas, não se utilize de fios com espessuras menores que 2,5 mm.

Tipos de disjuntores

Existem vários tipos de disjuntores com especificações e correntes diferentes mas eles em absoluto servem para proteger circuitos e instalações elétricas. Podemos dividir os disjuntores em três categorias, em ambas as especificações os disjuntores possuem curvas diferentes:

  • Disjuntor unipolar – como o próprio nome sugere, esse é um disjuntor que funciona sob apenas uma fase, como circuitos de curto alcance que envolvem sistemas de iluminações, instalações monofásicas de 127v e 220v.
  • Disjuntor bipolar – este é um tipo de disjuntor que funciona sob duas fases, como tomadas com instalação elétrica bifásica e chuveiros elétricos bifásicos sobre corrente de 220v.
  • Disjuntor tripolar – esse disjuntor funciona sobre três fases em sistema elétricos com aparelhos elétricos com correntes de 220v e 380v.

tabela-de-disjuntores5

 

Para determinadas instalações e circuitos elétricos existem determinados disjuntores apropriados que você deverá verificar a corrente potente.  Você poderá entrar em contato também junto a algum eletricista para ter total certeza e segurança no momento de realizar maiores ajustes e detalhes em alguma instalação elétrica.

Para realizar um compra segura faça um orçamento de quantos disjuntores e um levantamento de quais tipos de disjuntores sua construção precisa junto ao mestre de obras e projetista, conforme assinalado no desenho da obra e procure lojas especializadas de material elétrico e de construção.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Postar Comentários

Comentários

10 respostas em “Tabela de disjuntores – Como escolher, normas, tipos, dicas, passo a passo”

POR SER UM PORTAL DE ELETRICISTA, TEM MUITA INFORMAÇÃO ERRADA, COMO POR EXEMPLO CHAMAR TODOS DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO DE DISJUNTOR; PARA CADA TIPO DE PROTEÇÃO HÁ UM DISPOSITIVO/EQUIPAMENTO/COMPONENTE ESPECÍFICO. NÃO IREI AQUI ENSINAR PORQUE NÃO RECEBEREI POR ISSO, MAS DISJUNTOR É PARA PROTEÇÃO CONTRA SOBRECARGA E CURTO-CIRCUITO, ASSIM COMO O FUSÍVEL, MESMA FUNÇÃO, PORÉM COM CAPACIDADE DE RUPTURA MAIOR (SUPORTA CORRENTES DE CURTO CIRCUITO MAIS ALTAS DO QUE OS DISJUNTOR), MAS SE “QUEIMADO” PRECISA SER TROCADO, O DISJUNTOR QUANDO ATUA BASTA SER REARMADO; IDR (INTERRUPTOR DIFERENCIAL RESIDUAL) É PARA PROTEÇÃO CONTRA FUGA DE CORRENTE QUE PODE GERAR INCÊNDIO, CONSUMO EXCESSIVO E CHOQUE (O PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO SE BASEIA NA DIFERENÇA DE CORRENTE ENTRE AS FASES, O QUE A FUGA DE CORRENTE PROVOCA, POR ISSO “DIFERENCIAL NO NOME – E SUA SENSIBILIDADE PODE SER TANTO PARA PROTEÇÃO DA VIDA [CONTRA CHOQUE] 30mA OU PARA PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO 300mA – VALORES MAIS USADOS, HÁ OUTROS).
PARA SABEREM A CORRETA APLICAÇÃO DOS MATERIAIS ELÉTRICOS, EM QUE SITUAÇÕES SÃO ACONSELHADOS A SEREM USADOS, CONSULTEM OS SITES DOS FABRICANTES – NEM ENGENHEIRO ELETRICISTA , MUITAS VEZES, CONHECEM CADA DISPOSITIVO E SUAS APLICAÇÕES .

ah, e não existe CURVA DE RUPTURA como alguém comentou, ruptura está relacionada a curto circuito, curva de atuação, aí sim está certo, é é uma curva projetada em um gráfico em que mostra o tempo de atuação dos dispositivos em função da corrente no momento do evento.
olha, cuidado com as informações aqui porque vocês podem provocar acidentes graves nas instalações e nas pessoas. PORTAL PERIGOSO ESSE. INCLUSIVE AS INFORMAÇÕES NOS COMENTÁRIOS TAMBÉM SÃO PERIGOSAS, CUIDADO!

OLÁ, estou participando de um jogo e não consigo encontrar o nome…
Liga, desliga, protege a rede eletromecanica, tem na cx de luz e em qualquer cidade, é uma palavra composta , a primeira é disjuntor e a segunda termina em sico, e tem 3 letras i, mais não sei qual é!

Realmente é de suma importância para os eletricista conhecerem os tipos de disjuntores bem como estar alinhada com os lançamentos. Também devemos nos atentar para as curvas de ruptura dos disjuntores. Muito bom artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.