Categorias
Eletricista Segurança Eletrônica

Tipos de epis – Luvas de proteção de eletricista

Eletricista é um serviço que precisa prestar muita atenção nos mínimos detalhes, isto porque, uma descarga elétrica pode levar a morte do eletricista. Para que possam ser minimizados estes riscos, é sempre bom ter equipamentos de proteção individual (EPI’s), desde que estejam em boas situações e que seja utilizado de forma correta, existem variados tipos de epis, cada um para uma função, para que assim possa ser desenvolvido um bom trabalho.
Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split
Como escolher o modelo de ar condicionado ideal
Quantas lampadas podem ser instaladas em um disjuntor? dicas
Entre os variados tipos de EPI’s, neste artigo vamos falar sobre as luvas para eletricistas, vamos falar para que ela serve, qual a melhor luva para tal serviço prestado e o que as normas falam do uso da luva para eletricista.

luva-para-eletricista

Tipos de epis de luva de proteção para eletricista

Sempre que pensamos em proteção na hora vem o uso dos tipos de epis, mas para que tenhamos uma melhor proteção é essencial sempre termos segurança no que estamos fazendo e é claro, utilizar de forma correta os equipamentos que é preciso para o serviço, conhecer o equipamento que esta a nossa disposição é outro assunto muito importante para o nosso dia a dia, afinal o conhecimento nunca é demais, mas veja a seguir os tipos de luva de proteção disponível no mercado:

  • Luva isolante de borracha: Luvas para proteção das mãos e braços, esta luva tem como característica principal, evitar os choques elétricos quando executado um serviço nas atitudes em circuito energizado.
  • Luva de cobertura: Luva de proteção utilizada sobre as luvas de borracha, o seu uso é único e exclusivo para a proteção mecânica da luva de borracha.
  • Luva de proteção tipo condutiva: Luvas de proteção mais justa e com proteção para mãos e os punhos, seu uso é especifico para as manobras de contatos energizados.
  • Luva de vaqueta: As luvas de proteção mecânica para as luvas do tipo condutiva.

Para que você possa manter as luvas de proteção com mais tempo de vida útil deve-se armazenar em local com temperatura menores de 35°C, não pode entrar em contato com o ozônio, produtos químicos como os solventes entre outros, rede elétrica e vapor. Uma dica boa para a armazenagem das luvas é deixa-las guardadas em caixas de papelão e não as deixe ficar enrugada, esticadas, comprimidas ou qualquer outro modo em que pode fazer com que danifique as características originais da luva.

Normas NBR

A Norma brasileira 10622 que foi colocada em vigor em fevereiro de 1989 relata a condição mais rigorosa que os fabricantes de luvas de proteção devem atender a fim de garantir uma segurança a mais para os eletricistas. De acordo com a NBR as luvas passam por testes onde mostra si elas são realmente isolantes, assim como especifica o fabricante, nestas luvas também são feitos testes mecânicos, que mostra o tempo de envelhecimento das luvas.

Feitos os testes, estas luvas são classificadas em uma escala de varia de 00 até 4, esta escala tem a finalidade de informar ao eletricista qual o gral de proteção esta luva possui. Para identificar o numero da escala, o eletricista deve olhar na embalagem, assim como também deve ter a instrução de uso.

Por exemplo, uma luva que vem com a escala de 00 possui uma espessura de borracha isolante de 0,05mm, que deve suporta de 500 volts.

Categorias
Eletricista Instalações Segurança Eletrônica

Eletrica residencial – ferramentas

eletrica residencial – ferramentas do eletricista que não devem faltar em sua maleta.

Ser eletricista é uma profissão muito perigosa, exige um conhecimento técnico para que possa trabalhar com segurança e saber o que esta fazendo ou planejando, para isso algumas ferramentas podem nos ajudar em algumas funções da elétrica.

Tabela de disjuntores – Como escolher
Como planejar as tomadas de sua casa
Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split

Cada área da elétrica exige uma ferramenta adequada ou especifica, não tente dar um jeitinho de outro modo, que isso não ira dar certo e pode lhe machucar, então ai vai algumas ferramentas que não pode faltar na maleta de um eletricista.

  1. Itens de segurança

Antes de você começar a pensar em serviços, ferramentas, e etc. pense sempre em segurança, a segurança é o fator mais importante, ela lhe mantem vivo, e faz com que você consiga mais clientes.

Então itens de segurança nunca devem faltar a sua maleta, corpo e no conhecimento. Procure sempre estar fazendo cursos de segurança do serviço, como o NR-10.

Esses cursos são fundamentais para que você tenha uma boa noção da sua área, e de seus riscos. O curso é muito bom, pois aprendemos a evitar e prevenir os riscos e em caso de alguma tragédia aprender oque podemos fazer corretamente.

A seguir uma lista dos equipamentos de segurança que nunca deve faltar em sua maleta:

  • Capacete: nunca se sabe onde será feito o serviço, logo sempre leve um capacete com CA adequado para a elétrica.
  • Óculos de proteção: sempre leve os óculos transparentes e os escuros.
  • Protetor auricular: o ambiente pode conter muito barulho e assim ajuda a evitar.
  • Sapatos de segurança: opte sempre por sapatos PVC, mas sempre use sapatos ou PVC ou Bico de Aço.
  • Cinto talabartes ou paraquedista: sempre o tenha por perto, pois serviço acima de 2 metros será necessário este equipamento.
  • Roupa adequada: elas iram proteger você em caso de alguma situação muito perigosa.
  • Luvas: use as luvas, não importa se é as menores ou as de borracha, mas sempre as use.
  1. Ferramentas da maleta

O bom eletricista é aquele que contem todas as ferramentas para as situações que ira enfrentar, sem precisar que saia de seu local para outro somente para buscar a ferramenta.

Ferramentas essenciais:

  • Multímetro ou caneca amperímetro:

Bom esses dois são os mais principais, sem tal equipamento o eletricista fica praticamente sego, o multímetro é essencial para ver qual a alta tensão que estamos mexendo. Sempre indicado os digitais pela sua precisão.

A caneca amplificadora, é um equipamento que faz a leitura dinâmica, ou seja não é necessário que descasque o fio fara fazer a leitura.

  • Chave de fenda:

Sempre devemos ter pelo menos um jogo de chaves de fenda normais e 4 fendas Philips, com os tamanhos PMG e fixas, você também pode ser mais útil tendo as fendas moveis, no qual pode ter a troca da ponta mas tendo apenas uma haste.

  • Alicate:

O alicate sempre é muito útil, mas não o use como martelo, têm o alicate de corte, bico, universal, climpagem e rebite.

  • Chave allen e de boca

Igual as fendas as allen não pode ser esquecida, devemos ter ao menos um jogo.

  • Ferro de solda

Útil para fazer emendas e serviços eletrônicos, então é essencial.

  • Ferramentas uteis:

Algumas não são essenciais mais te salvam como martelo, drena, estilete, lanterna e a fita isolante.

Ferramentas do eletricista que não devem faltar em sua maleta.

Ser eletricista é uma profissão muito perigosa, exige um conhecimento técnico para que possa trabalhar com segurança e saber o que esta fazendo ou planejando, para isso algumas ferramentas podem nos ajudar em algumas funções da elétrica.

Cada área da elétrica exige uma ferramenta adequada ou especifica, não tente dar um jeitinho de outro modo, que isso não ira dar certo e pode lhe machucar, então ai vai algumas ferramentas que não pode faltar na maleta de um eletricista.

  1. Itens de segurança

Antes de você começar a pensar em serviços, ferramentas, e etc. pense sempre em segurança, a segurança é o fator mais importante, ela lhe mantem vivo, e faz com que você consiga mais clientes.

Então itens de segurança nunca devem faltar a sua maleta, corpo e no conhecimento. Procure sempre estar fazendo cursos de segurança do serviço, como o NR-10.

Esses cursos são fundamentais para que você tenha uma boa noção da sua área, e de seus riscos. O curso é muito bom, pois aprendemos a evitar e prevenir os riscos e em caso de alguma tragédia aprender oque podemos fazer corretamente.

A seguir uma lista dos equipamentos de segurança que nunca deve faltar em sua maleta:

  • Capacete: nunca se sabe onde será feito o serviço, logo sempre leve um capacete com CA adequado para a elétrica.
  • Óculos de proteção: sempre leve os óculos transparentes e os escuros.
  • Protetor auricular: o ambiente pode conter muito barulho e assim ajuda a evitar.
  • Sapatos de segurança: opte sempre por sapatos PVC, mas sempre use sapatos ou PVC ou Bico de Aço.
  • Cinto talabartes ou paraquedista: sempre o tenha por perto, pois serviço acima de 2 metros será necessário este equipamento.
  • Roupa adequada: elas iram proteger você em caso de alguma situação muito perigosa.
  • Luvas: use as luvas, não importa se é as menores ou as de borracha, mas sempre as use.
  1. Ferramentas da maleta

O bom eletricista é aquele que contem todas as ferramentas para as situações que ira enfrentar, sem precisar que saia de seu local para outro somente para buscar a ferramenta.

Ferramentas essenciais:

  • Multímetro ou caneca amperímetro:

Bom esses dois são os mais principais, sem tal equipamento o eletricista fica praticamente sego, o multímetro é essencial para ver qual a alta tensão que estamos mexendo. Sempre indicado os digitais pela sua precisão.

A caneca amplificadora, é um equipamento que faz a leitura dinâmica, ou seja não é necessário que descasque o fio fara fazer a leitura.

  • Chave de fenda:

Sempre devemos ter pelo menos um jogo de chaves de fenda normais e 4 fendas Philips, com os tamanhos PMG e fixas, você também pode ser mais útil tendo as fendas moveis, no qual pode ter a troca da ponta mas tendo apenas uma haste.

  • Alicate:

O alicate sempre é muito útil, mas não o use como martelo, têm o alicate de corte, bico, universal, climpagem e rebite.

  • Chave allen e de boca

Igual as fendas as allen não pode ser esquecida, devemos ter ao menos um jogo.

  • Ferro de solda

Útil para fazer emendas e serviços eletrônicos, então é essencial.

  • Ferramentas uteis:

Algumas não são essenciais mais te salvam como martelo, drena, estilete, lanterna e a fita isolante.

Ferramentas do eletricista que não devem faltar em sua maleta.

Ser eletricista é uma profissão muito perigosa, exige um conhecimento técnico para que possa trabalhar com segurança e saber o que esta fazendo ou planejando, para isso algumas ferramentas podem nos ajudar em algumas funções da elétrica.

Cada área da elétrica exige uma ferramenta adequada ou especifica, não tente dar um jeitinho de outro modo, que isso não ira dar certo e pode lhe machucar, então ai vai algumas ferramentas que não pode faltar na maleta de um eletricista.

  1. Itens de segurança

Antes de você começar a pensar em ser4viços, ferramentas, e etc. pense sempre em segurança, a segurança é o fator mais importante, ela lhe mantem vivo, e faz com que você consiga mais clientes.

Então itens de segurança nunca devem faltar a sua maleta, corpo e no conhecimento. Procure sempre estar fazendo cursos de segurança do serviço, como o NR-10.

Esses cursos são fundamentais para que você tenha uma boa noção da sua área, e de seus riscos. O curso é muito bom, pois aprendemos a evitar e prevenir os riscos e em caso de alguma tragédia aprender oque podemos fazer corretamente.

A seguir uma lista dos equipamentos de segurança que nunca deve faltar em sua maleta:

  • Capacete: nunca se sabe onde será feito o serviço, logo sempre leve um capacete com CA adequado para a elétrica.
  • Óculos de proteção: sempre leve os óculos transparentes e os escuros.
  • Protetor auricular: o ambiente pode conter muito barulho e assim ajuda a evitar.
  • Sapatos de segurança: opte sempre por sapatos PVC, mas sempre use sapatos ou PVC ou Bico de Aço.
  • Cinto talabartes ou paraquedista: sempre o tenha por perto, pois serviço acima de 2 metros será necessário este equipamento.
  • Roupa adequada: elas iram proteger você em caso de alguma situação muito perigosa.
  • Luvas: use as luvas, não importa se é as menores ou as de borracha, mas sempre as use.
  1. Ferramentas da maleta

O bom eletricista é aquele que contem todas as ferramentas para as situações que ira enfrentar, sem precisar que saia de seu local para outro somente para buscar a ferramenta.

Ferramentas essenciais:

  • Multímetro ou caneca amperímetro:

Bom esses dois são os mais principais, sem tal equipamento o eletricista fica praticamente sego, o multímetro é essencial para ver qual a alta tensão que estamos mexendo. Sempre indicado os digitais pela sua precisão.

A caneca amplificadora, é um equipamento que faz a leitura dinâmica, ou seja não é necessário que descasque o fio fara fazer a leitura.

  • Chave de fenda:

Sempre devemos ter pelo menos um jogo de chaves de fenda normais e 4 fendas Philips, com os tamanhos PMG e fixas, você também pode ser mais útil tendo as fendas moveis, no qual pode ter a troca da ponta mas tendo apenas uma haste.

  • Alicate:

O alicate sempre é muito útil, mas não o use como martelo, têm o alicate de corte, bico, universal, climpagem e rebite.

  • Chave allen e de boca

Igual as fendas as allen não pode ser esquecida, devemos ter ao menos um jogo.

  • Ferro de solda

Útil para fazer emendas e serviços eletrônicos, então é essencial.

  • Ferramentas uteis:

Algumas não são essenciais mais te salvam como martelo, drena, estilete, lanterna e a fita isolante.

Categorias
Dicas

Mercado de trabalho de um eletricista – documentação, salário, dicas

Para quem quer começar no mercado de trabalho como eletricista é importante ter o ensino médio concluído e ainda realizar alguns cursos técnicos na área desejada, cursos no SENAC ou instituições que possuem as mesmas características pode ajudar melhorar seu currículo além de desenvolver melhores práticas.

Para quem quer se aprofundar, é bom procurar por alguns sindicatos que realizam cursos e estágios para jovens aprendizes. Desta forma, os estudantes que querem seguir carreira como eletricista precisam pesquisar em que locais podem ter chance para aprender mais e entrar no mercado.

 

Dica Melhores cursos de eletricista – dicas,salário,idéias,pós
Dica 2 Como contratar um eletricista de manutenção – dicas,passo a passo
Dica 3 Eletricista – Cuidados que você deve tomar antes de contratar um

Documentação para exercer a profissão

Para ser oficialmente um eletricista, é preciso que o profissional siga as leis de licenciamento da área, que podem mudar bastante conforme a sua região no país. Uma forma eficiente de pesquisar e tirar a carteira profissional de eletricista é entrar no site do Ministério do Trabalho e Emprego e procurar todas as informações a respeito do registro profissional ou da entidade de regulamentação da sua região.

Fica a dica: para ter a licença é preciso passar por alguns testes que medirão o seu domínio da área de eletricidade. Então, se prepare!

Mercado de Trabalho

Quem deseja trabalhar como eletricista pode se fixar no ramo da construção civil ou ainda pode se tornar eletricista público ou mesmo um inspetor. Mas, para conseguir se firmar, o profissional terá que dominar o seu setor e respeitar a legislação correspondente de sua área. Por isso é muito importante ter cursos de especialização na área e ainda ter concluído o segundo grau para que possa concorrer as vagas públicas que são mais interessantes devido a instabilidade oferecida.

O mercado de trabalho é bastante amplo, já que conta com várias opções como eletricista residencial e predial, inspetor, industrial, eletricista de empresas que prestam serviços de na área de energia pública e outros ramos do setor.

Características de um bom eletricista

Para se firmar como um eletricista competente e ganhar clientes, mais do que comprovar conhecimento e alguma aptidão técnica, o interessado tem que desenvolver habilidade como uma boa comunicação, ter uma boa visão e saber observar o seu ambiente, além de ser ágil e possuir uma boa coordenação motora.

Outras habilidades também necessárias são: habilidades técnicas para instalações e manutenções, detecção de problemas, habilidades com o manuseio de ferramentas e conhecimentos em informática.

Bons profissionais eletricistas estão em falta no mercado de trabalho, por isso não deixe essa oportunidade passar, especialize-se. Tenha atenção com seu cliente e principalmente faça um trabalho de excelência, pois só assim conseguirá seguir em frente na sua profissão.

 

Salário de um bom eletricista

Atualmente, a profissão de eletricista está em alta no Brasil já que profissionais qualificados estão em falta e os profissionais que são competentes costumam ser bem valorizados. A renda mensal de um eletricista pode girar em torno de 2 mil a 3 mil reais, conforme a região em que o eletricista desempenha as suas funções e também levando em consideração, o tempo de experiência, o currículo do profissional e a carga horária.

Categorias
Dicas Eletricista

Como contratar um eletricista de manutenção – dicas,passo a passo

Por que contratar um eletricista de manutenção? Não é novidade que problemas elétricos são bastante comuns de acontecerem em qualquer ambiente, seja doméstico, na construção civil ou nas indústrias. Os circuitos elétricos são sistemas complicados e que exigem bastante conhecimento técnico no seu manuseio, caso contrário, muito acidente de trabalho pode ocorrer por conta da manipulação inadequada de fiações e outros dispositivos elétricos.

Para essa situação, o uso de EPI é indispensável, contudo é necessário também que o operador seja um eletricista profissional e saber escolhê-lo requerem alguns cuidados especiais, seja para consertar pequenos problemas em casa ou para realizar grandes inspeções em máquinas e equipamentos industriais. Por isso, relacionamos algumas dicas para contratar um eletricista de manutenção.

Como contratar um eletricista de manutenção - dicas,passo a passo
Como contratar um eletricista de manutenção – dicas,passo a passo

Evitando acidentes com eletricidade

Já passou pela sua cabeça que contratar um eletricista de manutenção envolve muito mais do que simplesmente realizar uma pesquisa de preços dentre vários profissionais que dizem ser profissionais? Isto mesmo, a eletricidade é responsável por muitos e isso se dá em função de, principalmente, instalações elétricas mau planejadas e executadas por profissionais não qualificados.

Nesse artigo você irá conhecer de uma maneira clara objetiva os principais aspectos que você deverá levar em consideração no momento da contratação de um profissional da área elétrica. Não se engane, por mais simples que pareça, contratar um eletricista envolve muito mais do que fazer um leilão de valores – Estamos falando de, principalmente, sua segurança e de sua família.

Dicas de como contratar um eletricista de manutenção de forma correta

A primeira coisa a fazer para contratar um eletricista de manutenção é sempre estar a procura de profissionais especializados, com certificações e que apresentam um tempo de experiência no assunto. Isso é a prova de que ele é realmente um eletricista competente e que possui as qualidades necessárias para resolver os problemas e falhas elétricas com segurança.

Se a alternativa é escolher por empresas terceirizadas, é adequado realizar uma pesquisa prévia de mercado com todos os trabalhos já realizados pelos profissionais da empresa e, especialmente, se ela é idônea. Além disso, contar com a boa reputação da prestadora de serviços e de seus funcionários já é garantia de 50% de ter um serviço de qualidade sem grandes dores de cabeça.

Eis uma dica fundamental que serve tanto para pessoas físicas quanto para grandes empresas e indústrias: ao buscar os serviços de uma firma terceirizada, todos os serviços acertados devem ser notificados em contrato assinado por ambas as partes, deixando bem esclarecido os valores, prazos para a realização das tarefas, prazo para a entrega final dos serviços e tudo mais que for relativo ao serviço prestado, inclusive com o número de funcionários e nomes de cada participante nas tarefas de inspeção elétrica, por exemplo.

Acima eu informei algumas dicas que obviamente vão te ajudar na escolha e na contratação de eletricistas de confiança, seja por parte de pessoas leigas como, também, por parte de empresas e gestores de indústrias, que muitas vezes se veem obrigados a contratar mão-de-obra especializada por tempo determinado. Contudo, mesmo que o trabalho seja por contrato, é importante que os funcionários destinados a desempenhar a tarefa sejam comprometidos e trabalham com base na segurança, o que evita problemas de acidentes de trabalho para eles e para as empresas contratantes.