Categorias
Dicas Eletricista Eletrônica

Comandos eletricos – aprenda todos os dispositivos

Esquemas de comandos eletricos: partida direta e indireta

Como vamos tratar principalmente do modulo de força nesse artigo, onde os motores elétricos são representados, temos que falar também os devidos dispositivos de proteção. Esses dispositivos, sendo alguns deles listados abaixo, devem ser ligados em série com cada fase do motor, de modo a proporcionar condições mais seguras de operação.
Aprenda como fazer a instalação de um ar condicionado split
Como escolher o modelo de ar condicionado ideal
Quantas lampadas podem ser instaladas em um disjuntor? dicas

  1. Relé térmico

É um dispositivo sensível ao aumento de temperatura, construído com lâminas bimetálicas que se formam e abrem o circuito caso a fase do motor se aqueça excessivamente. Tem a vantagem que sempre pode ser reutilizado.

  1. Fusível

Consiste num metal com temperatura de fusão conhecida, com encapsulado por uma redoma de vidro ou material plástico isolante. Ao sofrer aquecimento suficiente, esse metal derrete, interrompendo a passagem de corrente elétrica e protegendo a fase do motor.

  1. Partida direta: conceitos básicos

Sabemos que ao ligar o motor que estava inicialmente parado ocorre um pico de corrente de 6 a 10 vezes maior que a corrente de trabalho do motor em funcionamento. Essa energia é necessária para que desative o modo inércia inicial do motor, e se normalizar quando ele é acelerado ate sua velocidade de operação. Essa parida elétrica é simplesmente ligar as bobinas do motor na fonte de corrente elétrica.

  • Vantagens e desvantagens da partida direta

A partida direta necessita de uma quantidade reduzida de componentes. Mas é necessário o superdimensionamento dos dispositivos para resistir à corrente inicial, portanto acaba desgastando muito o motor.

  1. Partida indireta: conceitos básicos

A partida indireta busca reduzir o pico inicial de corrente. Consiste em ligar o motor de modo a passar menos corrente no inicio, mesmo o motor acabando de sair da inércia. Logo após muda a ligação das bobinas com comandos elétricos, para que a corrente total atravesse o motor e ele desenvolva a rotação normal.

Categorias
Dicas

Fusível – O que é? para que serve? dicas, passo a passo

Todo mundo ouve certas palavras em nosso cotidiano e nunca pararam para analisar o eu significado, ou seja, o fusível , uma palavra que todos ouviram em algum momento de suas vidas , ninguém nunca parou para pensar para que serve o fusível.

Bom, finalmente responderemos essa grande pergunta que vocês não sabiam que tinham em suas mentes , então sentem-se e relaxem pois hoje iremos aprender algo novo.

Fusíveis – Proteção contra elevações de corrente elétrica
fusível é um dispositivo de segurança de um circuito elétrico, que tem a função de interromper a passagem de corrente elétrica no circuito, quando a corrente ultrapassar o limite permitido pelo fusível, evitando assim um curto-circuito.

Os fusíveis são usados em muitos eletrodomésticos e se não tomarem cuidado podem causar incêndios , explosões e até mesmo danos a outros aparelhos.

A grande maioria dos fusíveis são feitos de chumbo, de baixo ponto de fusão , pois quando a intensidade da corrente elétrica ultrapassa o limite do fusível, essa liga se esquenta e se funde cortando assim a passagem de corrente elétrica, o tempo que ele demora para fundir é proporcional ao quadrado da corrente aplicada e da inércia térmica do material da liga metálica do fusível, portanto com a variação desse material, podemos ter fusível de ação muito rápida, rápida, média, lenta ou muito lenta.

E agora , você já sabe para que serve os fusíveis , apesar da qualidade do ensino do Brasil esta bem baixa , nos sentimos felizes por poder contribuir para o aprendizado das pessoas , afinal , não existe idade para não aprender algo novo.

Outra grande pergunta que você deve fazer é : mas e o carro?

Bom, o carro nasceu na segunda revolução industrial e passou por varias mudanças , na verdade , ainda esta passando por modificações.

Os primeiros carros criados não eram muito velozes e tinham problemas para subir inclinações.

Outra grande pergunta que você deve fazer é: por que o céu é azul?

Não estamos querendo desmerecer numa das mais diversas canções que falam que o céu é a casa de Deus , mas , cientificamente o céu é daquela cor porque Quando a luz passa através de um prisma, seu espectro é dividido em sete cores monocromáticas, eis que surge um arco-íris de cores. A atmosfera faz o mesmo papel do prisma, atuando onde os raios solares colidem com as moléculas de ar, água e poeira e são responsáveis pela dispersão do comprimento de onda azul da luz.

Quantos ossos o ser humanos possui no corpo? Essa sempre foi uma daquelas questões que muitos não sabem e nem queriam saber , mas irão saber mesmo assim , o nosso corpo tem no total 206 ossos e a nossa pele é um dos maiores órgãos do nosso corpo.

E agora você já sabe as grandes questões do universo, bom , pelo menos sabe algumas curiosidades interessantes para contar aos amigos , familiares e colegas.

Para maiores informações ou curiosidades , não deixe de seguir a gente e de compartilhar.

Categorias
Dicas

Como substituir uma caixa de fusível por uma de disjuntor – passo a passo

As antigas caixa de fusível não suportam grandes tensões, como as de uma TV de último geração ou eletrodomésticos que são muito mais modernos do que os antigos.

Fusíveis acabam sendo muito mais propensos a provocar um superaquecimento, e por consequência, derretimentos que podem até mesmo causar perigosos incêndios.

Algumas corretoras de seguro, por exemplo, ao avaliar a cobertura de um plano de seguro para a residência, exigem a troca de uma caixa de fusível por uma de disjuntor, para você ter a noção da importância dessa substituição nos dias de hoje.

 

SUBSTITUIR UMA CAIXA DE FUSÍVEL POR UMA DE DISJUNTOR – PASSO A PASSO

 

  1. Um eletricista precisa realizar o trabalho, já que para a substituição, ele precisará calcular a potência dos seus aparelhos, encontrar os disjuntores certos para as necessidades e até mesmo fazer a troca da fiação.

 

  1. É fundamental verificar a necessidade da compra de uma caixa de disjuntores, assim como uma fiação que tenha capacidade para correntes maiores.

 

  1. Para começar o trabalho, desligue a energia principal da residência.

 

  1. Verifique detalhadamente todos os painéis, para ter a certeza que não há nenhum fio desencapado.
  2. Coloque então os polos do multímetro em uma das tomadas do circuito, caso você note alteração da voltagem no multímetro, significa que o circuito está com energia.

 

  1. Abra o painel elétrico, e localize a caixa de passagem. Prenda então os cabos e passe os fios através dos conduítes até que eles cheguem ao painel. É fundamental ter o tamanho suficiente de fio, para que seja possível chegar ao disjuntor e também na barra de descarga. Trave o passador para que os fios não entrem no conduíte.

 

  1. Elimine o excesso de fios, deixando apenas o suficiente para que eles sejam conectados ao disjuntor (aproximadamente 1 cm).

 

  1. Faça a conexão do fio terra na barra de descarga, e lembre-se que essa barra fica localizada bem ao lado do painel (barra de metal, ligada diretamente na caixa).

 

  1. Conecte então o fio neutro a barra de metal que tem protetores de plástico para isolamento (barramento neutro).

 

  1. Faça a instalação de um dos disjuntores, conecte o fio preto a esse disjuntor instalado, e não se esqueça de saber primeiramente qual é a corrente do circuito.

 

  1. A capa dos fios identifica a amperagem.

 

  1. Repita o processo para a instalação dos demais disjuntores.

 

ADVERTÊNCIAS

Para realizar a instalação de uma caixa de disjuntores você precisa de conhecimentos técnicos.

 

Antes de começar o trabalho, verifique a corrente de todos os fios para evitar acidentes.

Instale sempre o disjuntor de acordo com a corrente do circuito. Um disjuntor instalado de forma incorreta pode provocar problemas, e entre eles, até mesmo um incêndio.

 

Gostou do nosso artigo de hoje? Então continue nos acompanhando para ficar por dentro de grandes novidades e dicas do setor. Deixe também as suas sugestões abaixo para ajudarmos você a solucionar problemas ou esclarecer dúvidas sobre elétrica.

 

Até a próxima!