Categorias
Dicas Eletricista Instalações

Como trocar um reator de lampadas fluorescente

Imagine que você esta na frente de uma lampadas fluorescente. Aparentemente, ela esta queimada.

O primeiro passo e verificar se a lâmpada esta realmente queimada, se mesmo assim não acender, o problema será um pouco além, poderá ser o reator.

O reator é quem a função de adequar a corrente elétrica para um melhor desempenho, e também define a durabilidade da lâmpada fluorescente.
Como fazer a montagem de um quadro de distribuição
Como fazer a instalação de ar condicionado split
Como substituir resistencia de uma torneira…

O reator é um composto por uma caixa o0nde estão os circuitos modulares, e por fios elétricos que saem da caixinha.

Estes fios serão ligados nos interruptores e nas lâmpadas.

No reator, vem uma etiqueta, com as especificações para realizar a instalação de forma correta. E extremamente consultar as instruções para saber onde conectar os fios corretamente.

Existem alguns tipos de reatores, os para uma, duas ou varias lâmpadas.

Para escolher o reator adequado leve o antigo para a loja, onde poderam lhe fornecer o mesmo, ou algum semelhante. Ou procure se enformar sobre seu reator e assim peça um ao vendedor.

Como fazer a troca:

  • Desligue a fonte, pelo disjuntor ou pelo quadro de força.
  • Desmonte a lâmpada. Dependendo do modelo da luminária, poderá estar ao lado, em cima no forro ou teto.
  • Desconecte a lâmpada do soquete, e a guarde, pois esta lâmpada poderá não estar queimada.
  • Acesse o reator.
  • Corte os fios que ligam o soquete no reator, e os fios que estão conectados com a energia do local.
  • Agora iremos ligar o reator, como havia já dito, ah uma etiqueta ao lado do reator, com as especificações de como instalar.
  • Em par de fios que variam entre as cores brancas, vermelhas e azuis, deverão ser ligado um de cada lado do soquete da lâmpada.
  • Depois desses 7 passos, iremos conectar os fios que iram receber a alimentação de energia. Procure se enformar qual o tipo de energia do local, 220v ou 110v. se for 220v utilize os fios marrom e preto. Se for 110v utilize os pretos e brancos. ( poderam ser variadas de acordo as marcas).
  • Conecte a lâmpada e ligue o disjuntor, teste se esta tudo funcionando, antes de montar novamente.
  • Se estiver tudo ok, desligue novamente a energia, assim termine a montagem. E religue o reator.

Dicas

  • Existem alguns modelos de reatores. Tenha certeza que na hora de sua compra, você tenha adquirido o modelo correto. Tire uma foto ou o mais adequado é levar o reator.
  • Um reator dependendo do modelo serve para varias lâmpadas. Olhe sempre a orientação corretamente, que esta no corpo do reator. É importante fazer a consulta a etiqueta pois dependendo do reator, você devera fazer a ligação dos fios de diferentes cores, ou em alguns casos, algumas lâmpadas devem ser conectados todos os fios da mesma cor.
  • Se a luminária tiver mais de uma lâmpada, pode conter mais de um reator.
  • A etiqueta contém a letrinha pequena, aconselhamos que você tire uma foto para melhor visualização.
Categorias
Curiosidades Dicas

Lâmpada fluorescente – dicas, economia, durabilidade, passo a passo

Nos dias de hoje já se conta com o incentivo do governo, de órgãos ambientais e de fabricantes para fazer a substituição do uso de lâmpada incandescente por lâmpada fluorescente compactas.

Esse tipo de situação teve o seu início na crise energética de 2001 (divulgado na imprensa como o Escândalo do Apagão) com uma finalidade mais econômica, e hoje toma um apelo ambiental, já que as grandes vantagens na substituição das lâmpadas são o menor consumo de energia e a maior durabilidade das lâmpadas fluorescentes frente às incandescentes.

Economia x durabilidade

Ao mesmo tempo em que as lâmpadas fluorescentes são mais econômicas em relação ao consumo de energia e durabilidade, por outro são pouco atrativas quando se fala de custo (preço de venda). Uma lâmpada fluorescente compacta custa em média 8X mais que uma lâmpada incandescente equivalente.

Mediante a essa comparação é obvio que você pode estar se perguntando: Mas se a fluorescente consome menos e dura mais, então compensa a troca! E é aí que chamo a atenção de vocês. E é nesse momento que é importante ficar atento para certos detalhes.

Fique de olho nas informações!

A fim de conseguir gerar o mesmo fluxo luminoso, uma lâmpada fluorescente consome menos energia que uma lâmpada incandescente de modo que Isso se deve ao princípio de funcionamento de cada lâmpada. Dessa forma, a partir do momento em que a incandescente gera luz a partir do aquecimento de um filamento de condutor que normalmente é tungstênio, a fluorescente depende de um circuito eletrônico. Essa eletrônica é mais exigida no momento do acendimento da lâmpada.

Portanto, uma lâmpada fluorescente não dura muito tempo quando está num ambiente onde o acende e apaga é muito frequente. Com a durabilidade comprometida, seu uso pode representar prejuízo. ( Leia mais aqui)

Lâmpada fluorescente - dicas, economia, durabilidade, passo a passo
Lâmpada fluorescente – dicas, economia, durabilidade, passo a passo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode fazer a pesquisa em muitos sites de fabricantes como a Osran , GE , Philips , Taschibra e FLC e como era de se esperar, a maior preocupação desses fabricantes era mostrar a variedade de produtos a disposição do consumidor. Somente o fabricante FLC trazia a informação sobre as condições de durabilidade da lâmpada diretamente na descrição do produto: “3 anos de duração usando 2,7 horas diárias, 1 acendimento por dia e 1.000 horas por ano”. A Osran possui uma página de “dúvidas frequentes” que traz a informação.

Sendo assim, a dica mais valiosa nesse caso é que você faça o uso de lâmpadas fluorescentes em ambientes onde o acendimento da lâmpada não seja frequente, e ela fique acesa por longos períodos de tempo (cozinhas, salas, quantos…). Em locais onde o acende e apaga é frequente e a lâmpada fica acesa por períodos curtos como nos banheiros, por exemplo, as lâmpadas fluorescente terão sua durabilidade comprometida, portanto continue com as lâmpadas incandescentes.