Categorias
Dicas

Tabela de disjuntores – Como escolher, normas, tipos, dicas, passo a passo

Um disjuntor é uma ferramenta eletromecânica, que tem função semelhante a de um interruptor automático, funcionamento como um protetor de um determinado circuito ou estrutura elétrica evitando queimas de circuitos, danos como choques elétricos e descargas elétricas em residências, prédios e estabelecimentos.

Este item está presente desde o fundamento das construções hoje em dia, encontramos ele presente no quadro de luz aos mecanismos complexas das máquinas das indústrias automobilísticas e metalúrgicas.

Como dimensionar disjuntor trifásico – dicas, passo a passo
Como colocar um disjuntor em uma fase diferente
Como determinar se o terminal superior de um disjuntor é par ou ímpar

tabela-de-disjuntores

 

 

 

 

 

 

 

Dentre os disjuntores mais utilizados nas construções um dos que mais se destacam pela sua eficiência é o Disjuntor DR. A seguir podemos acompanhar uma tabela de disjuntores com especificações a respeito desse dispositivo.

tabela-de-disjuntores2

Podemos verificar as características dos disjuntores monopolar, bipolar e seus tipos A e AC, conforme suas correntes nominais estão dispostas juntamente com a corrente nominal residual.

Os disjuntores DR que possuem corrente residual nominal com parâmetro 30mA são utilizadas para proteger os dispositivos elétricos e pessoas presentes de queimas de materiais, curtos-circuitos e choques elétricos mortais.

Escolhendo o disjuntor certo de acordo com as normas

Na hora de instalar algum componente é de enorme importância que você obedeça a normas e padrões para evitar algum transtorno futuro.

Indica-se que utiliza um disjuntor em construções com corrente nominal (In) igual ou maior ao do circuito que será protegido numa relação que compreende a expressão:

tabela-de-disjuntores3

 

 

 

Ficando a corrente nominal entre os valores 34A e 41A. Abaixo podemos verificar uma tabela explicativa sobre essa norma:

tabela-de-disjuntores4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seguindo a instrução da Norma NBR NM 60898, se você for realização uma instalação numa residência terá que seguir a risca a regulamentação conforme registrado na tabela acima.

Se o circuito possui tensão de 127V, obrigatoriamente o disjuntor deverá ser monopolar, por motivos de segurança.

Há também a determinação que em circuitos com emprego de tomadas, não se utilize de fios com espessuras menores que 2,5 mm.

Tipos de disjuntores

Existem vários tipos de disjuntores com especificações e correntes diferentes mas eles em absoluto servem para proteger circuitos e instalações elétricas. Podemos dividir os disjuntores em três categorias, em ambas as especificações os disjuntores possuem curvas diferentes:

  • Disjuntor unipolar – como o próprio nome sugere, esse é um disjuntor que funciona sob apenas uma fase, como circuitos de curto alcance que envolvem sistemas de iluminações, instalações monofásicas de 127v e 220v.
  • Disjuntor bipolar – este é um tipo de disjuntor que funciona sob duas fases, como tomadas com instalação elétrica bifásica e chuveiros elétricos bifásicos sobre corrente de 220v.
  • Disjuntor tripolar – esse disjuntor funciona sobre três fases em sistema elétricos com aparelhos elétricos com correntes de 220v e 380v.

tabela-de-disjuntores5

 

Para determinadas instalações e circuitos elétricos existem determinados disjuntores apropriados que você deverá verificar a corrente potente.  Você poderá entrar em contato também junto a algum eletricista para ter total certeza e segurança no momento de realizar maiores ajustes e detalhes em alguma instalação elétrica.

Para realizar um compra segura faça um orçamento de quantos disjuntores e um levantamento de quais tipos de disjuntores sua construção precisa junto ao mestre de obras e projetista, conforme assinalado no desenho da obra e procure lojas especializadas de material elétrico e de construção.