Categorias
Dicas

Qual a diferença entre tomada de 10 e 20 amperes?

Muitas pessoas possuem essa mesma dúvida que é saber o que difere as tomadas de 10 ampères para as tomadas de 20 ampères. A diferença está na sua potência, ambas possuem o mesmo padrão de pinos, já que todos os novos aparelhos estão sendo fabricados com esse padrão. O que difere além da potência, é o diâmetro das entradas que são diferentes. Para esclarecer todas as suas duvidas sobre esses assuntos apresentamos um super artigo para não deixar mais dúvidas sobre tomada de 10 ampères e 20 ampères.

Tomada externa
Planeje a tomada de sua casa
Como instalar tomada elétrica consecutiva

Quando comprar um aparelho novo é preciso consultar o manual para verificar qual a amperagem necessária para o funcionamento daquele aparelho. Normalmente as pessoas se esquecem de verificar os aparelhos que funcionam tanto com 10 ampères e 20 ampères em que chave o aparelho está para que ele possa ser conectado à tomada correta, evitando que o aparelho queime ou que ocorra sobrecarga no sistema elétrico da sua residência.

Tomada de 10 ampères

Até 1000w a indicação para tomadas de uso normal residencial é para 10 ampères. Nela você poderá conectar a maioria dos plugues com 2 ou 3 pinos finos.

As tomadas de 10 ampères possuem modelos mais simples e podem ser utilizados na maioria dos equipamentos. As tomadas simples, ou seja, de 10 ampères servem para conectar televisores, rádios e outros equipamentos eletrônicos que são frequentemente encontrados na sala e nos quartos.

Tomada de 20 ampères

Já as tomadas de 20 ampères possuem uma carga mais reforçada, ideais para equipamentos que exijam uma capacidade maior. Normalmente esses equipamentos ficam localizados na cozinha e na área de serviço, em casos de equipamentos como escovas e pranchas profissionais precisam de uma tomada exclusiva no banheiro ou no quarto.

Se for acima de 1000w a indicação para tomadas é para 20 ampères. Nela você poderá conectar aparelhos que possuam plugues mais grossos de 2 ou 3 pinos, como por exemplo:

  • Aparelhos de ar condicionado;
  • Secadores de cabelo profissional (tem grande potência);
  • Secadores de roupas;
  • Microondas;
  • Aspiradores de pó;
  • Fogões elétricos;
  • Estufas;
  • Autoclaves (aparelho utilizado para esterilização de metais para uso cirúrgico e uso médico, como dentistas);

 

Observações importantes:

 

Os aparelhos que possuem os plugues mais finos também podem ser plugados em tomadas que sejam de 20 ampères, mas não esqueça que o espaço entre o plugue e a tomada ficará um pouco mais folgado.

 

Já os aparelhos que possuem os plugues mais grossos só podem ser conectados em tomadas de 20 ampères, para não haver riscos de curto-circuito em toda a instalação elétrica, por aquela tomada não estar preparada para a quantidade de ampères.

 

Se você possui apenas tomada de única amperagem em sua residência ou escritório e seus equipamentos não são compatíveis, saiba que o uso de adaptadores não é recomendado. Os adaptadores de tomadas de 20A não são homologados, ou seja, podem causar aquecimentos na rede. Por isso, se você está com problemas de amperagem é recomendado substituir os plugues e as tomadas em vez de optar por meios duvidosos.

Categorias
Dicas

Tomada externa – tipos, modelos, vantagens e desvantagens

A tomada externa é um dispositivo embutido que contém uma fiação ligada a instalação elétrica responsável por ligar e fazer funcionar diversos aparelhos elétricos e eletrônicos nas casas e estabelecimentos.

Planeje a Tomada da sua Casa – dicas, passo a passo
Como medir a tensão de uma tomada elétrica – dicas, passo a passo
Interruptor dimmer – Como instalar e usar caixas de passagem das tomadas e dos interruptores

O seu uso pode beneficiar diversos proprietários que almejam uma melhor adequação e ambientação de suas construções instalando uma tomada externa.

Muitos proprietários podem se beneficiar da instalação de uma tomada externa. Para estabelecimento em que se ocorre atividades na sua parte exterior e para aquelas pessoas que precisam utilizar caixas de som, alto-falantes, geladeiras, furadeiras, ventiladores, liquidificadores entre outros eletrodomésticos do lado de fora de uma casa, a tomada externa cai como uma luva ajudando assim a facilitar o bom funcionamento dos ambientes familiares e comerciais.

Embora o processo de instalação elétrica de qualquer dispositivo requera bastante cuidados na ação em que se está realizando, a instalação de uma tomada externa é muito simples e necessita apenas que o operador da mesma, evite que manuseie os equipamentos como chave sem o contato com a energia elétrica para evitar um choque elétrico.

Tipos e modelos de tomada

Tomada Externa 2p Universal 10/15a 250v Cinza

tomada

 

Esse modelo de tomada é bastante usa nas construções, possui duas entradas de conexão elétrica com potência de 250v. É considerada universal devido o seu largo uso em aparelhos eletrodomésticos que possuem cabos conectores de dois pinos, como Batedeiras, sanduicheiras, aparelhos de DVDs, aparelhos de Som, televisores, carregadores de celular e notebook, aparelhos de rádio, geladeiras, liquidificadores, processadores de comida e ventiladores.

Tomada Bipolar 2p+n 20a 250v Externa

tomada2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Essa tomada bipolar opera numa corrente de 20a sendo que o conectador do centro é considerado neutro e os outros dois da direita e esquerda necessários para evitar choques elétricos. Seu uso engloba uma lista não tão vasta de aparelhos eletrônicos mas chega a cobrir tipos de furadeiras, jogos de luzes, carregadores de dispositivos eletrônicos, lâmpadas de teto e motores de pequena potência.

Tomada Redonda Externa 10a 250v

tomada3

 

 

 

 

 

 

 

 

A tomada redonda externa de 250v já foi um padrão bastante utilizada em residências e construções seu uso atual vem sendo substituido por opções mais modernas como a tomada de três entradas e pinos, porém ela consegue cumprir com eficiência o seu papel.

Tomada Externa 3 Pinos Chatos 20a 250v

tomada4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tomada de uso bem parecido com a Tomada Bipolar de 3 pinos, a tomada externa de 3 pinos chatos, executa a mesma função de conexão elétrica com uma entrada em neutro (centro) e os outros conectores alimentando cargas. Ela também possui uma apelo visual agradável aos ambientes onde é instalada.

Tomada Externa 10a Retangular Perlex

tomada5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Possuindo um design de tomada embutida, a tomada externa retangular de 3 pinos 10a é hoje largamente utilizada nos aparelhos mais modernos como grills, roteadores, antenas de rede, aparelhos de HDTV, carregadores de ultrabooks e notebooks, estabilizadores, CPUs de computadores de última geração, ar condicionados, fontes de videogames mais avançados entre outros. Sua forma dá a condição de universilidade no seu uso além de oferecer maior segurança aos aparelhpos com uma conexão neutra.

Tomada 2p+t Nbr 14136 10a 250v Externa Branca

tomada6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esse topo possui o mesmo direcionamento da tomada retangular de 3 pinos acima, porém tem maior ênfase a design e a função de embutida.

Vantagens

O uso mais recomendado para as tomadas externas obviamente é oferecer uma adequada conexão do tipo elétrica na parte exterior dos estabelecimentos e residências, sejam eles casas, apartamentos, laboratórios, indústrias, lojas, comércios, igrejas, escolas ou hospitais.

As tomadas comuns correm perigo de sofrerem alterações causadas pela umidade e também podem causar riscos de contato direto com sua superfície provocando descargas elétricas já as tomadas externas são melhores porque protegem os equipamentos e as pessoas de choques elétricos pois ela é protegida contra a umidade dos ambientes residenciais, prediais e comerciais.

Desvantagens

As principais desvantagens das tomadas externas são a não possibilidade de conexão de outros tipos como a de dois pinos, obrigando ao usuários ou operador das instalações a utilizarem os adaptadores de conexão que não são considerados tão seguros pois podem provocar curto-circuitos e a fragilidade diante do contato com a água pois embora possua uma cobertura metálica anti-umidade as tomadas externas podem ser facilmente danificadas em caso forem molhadas.

 

 

Categorias
Dicas

Planeje a Tomada da sua Casa – dicas, passo a passo

A quantidade de tomada e também a potência delas é fundamental e é no momento de construir ou reformar que você deve fazer o planejamento das mesmas. Hoje você vai conferir maiores informações a respeito, saiba mais sobre essas tomada e como elas devem ter potências que vão atender ao que você precisa.

O planejamento da rede elétrica da casa inteira é muito importante e evita problemas futuros, logo, aconselhamos que você faça o planejamento desde o inicio para já ir implantando conforme o andamento da obra. Quem vai organizar isso é um profissional, normalmente um engenheiro elétrico já com experiência.

Dica Como instalar tomada elétrica consecutivas – passo a passo
Dica 2 Novo Padrão brasileiro das tomadas – Norma NBR 14136/02

Deverá ser informado os eletrônicos que serão usados na casa, dessa forma o profissional que vai organizar as tomadas da sua casa consegue ter uma ideia maior do quanto você vai gastar na mesma, o que por sinal é muito importante. A tensão elétrica é uma das partes mais importantes, isso evita até mesmo que você queime algum produto ou eletrônico.

tomada2 tomada3

A seguir algumas dicas importantes para você na hora de montar a tomada da sua casa:

  • Analisando com cuidado e com tempo as tomadas do cômodo, e escolha quantas você vai precisar disponíveis ali;
  • Ao planejar e posicionar corretamente as tomadas você evita quebrar paredes futuramente, mas de todo jeito você ainda pode fazer o uso de caneletas, o que nem sempre é esteticamente bom;
  • Pense nas entradas das tomadas, como sabemos as novas estão vindo no padrão novo, mas isso não significa que os seus eletrônicos estão nesse padrão, logo, é necessário analisar com calma essas informações e tentar fazer as adaptações necessárias;
  • As tomadas são combinadas com os interruptores de luz, mas podem ser feitos de forma separada também, vai depender da preferência de cada pessoa.

Para cada ambiente precisa ter uma quantidade mínimas de tomadas, entenda a quantidade mínima de cada ambiente:

  • Quartos

O ideal é que tenha pelo menos 5 tomadas, sendo uma tomada 220w para ar condicionado. As outras quatro são aparelhos domésticos,como carregadores de celular e ventiladores.

  • Cozinha

Para cozinha, o ideal é pensar quantos eletrodomésticos você precisará, por exemplo:

  • Forno: tomada de 110w
  • Fogão: tomada de 220w
  • Liquidificador: tomada de 110w
  • Filtro: tomada de 110w
  • Microondas: tomada de 220w
  • Cafeteira: tomada de 110w
  • Sanduicheira: tomada de 110w

Logo, pensamos basicamente, serão necessários 7 tomadas espalhadas pela sua cozinha.

  • Banheiro

Pelo menos duas tomadas, para utilizar secadores de cabelo e aparelhos similares.

 

  • Sala

As tomadas precisam ser suficientes para os aparelhos elétricos, como:

  • Televisão
  • DVD/Bluray
  • Receptor para canal fechado (Net, Sky… )
  • Vídeo Game

O ideal é que seja pelo menos 5 tomadas.

  • Área externa

O mesmo para as areas externas, é indicado pelo menos 5 tomadas dependendo do tamanho da sua área.

Planejar corretamente a tomada da sua casa é muito importante por que faz com que a instalação elétrica do ambiente atenda ao que você tanto precisa. E evita também, conforme mencionamos, a necessidade de futuras instalações, o que vai exigir reforma, quebra de parede, entre outros incômodos ao ambiente.

Veja Aprenda como fazer a instalação correta de um Ar-condicionado Split

A instalação elétrica do ambiente, seja ele casa ou apartamento, deve atender as necessidades dos usuários. Logo, ela deve ser feita de forma direcionada para isso, quanto mais equipamentos eletrônicos no ambiente mais planejamento de instalação é necessário, e isso deve ser feito antes de finalizar a obra, para que se evite futuros problemas, o que normalmente é muito comum quando não se planeja nada.

Categorias
Dicas

Como medir a tensão de uma tomada elétrica – dicas, passo a passo

A tensão exata de uma tomada pode variar de acordo com a distância e flutuações de demanda. Por isso, a tensão de uma tomada é especificada através de uma faixa, e não por um valor exato.

Medir a tensão de uma tomada é muito simples, mas se você ainda tem dúvidas de como executar, basta continuar lendo e descobrir agora mesmo!

 

COMO MEDIR A TENSÃO DE UMA TOMADA – PASSO A PASSO

  1. Você vai precisar de um voltímetro digital, que deverá ser ligado. Se a medição for feita através de um medidor tradicional e analógico, não será necessário o uso de energia, ou seja, ele não terá um botão para ligar e desligar.

 

  1. Deixe as configurações do voltímetro prontas para a medição da corrente alternada, que é o tipo de eletricidade de uma casa, identificada pela sigla AC, ou por uma linha ondulada, ou uma linha horizontal que fica acima da linha ondulada.

 

  1. Você deverá configurar o voltímetro, para que ele possa medir um intervalo de tensão que seja apropriado, e por questões de segurança, escolha sempre uma escala que suporte uma tensão maior do que a desejada.

 

  1. É possível reduzir esse intervalo, no momento em que a tensão exata for identificada. Se a tensão da tomada em questão for desconhecida, por exemplo, identifique 240 volts, e então, escolha o intervalo a seguir maior, com cerca de 750 volts. Lembre-se de que os medidores que têm faixas automáticas não contam com seletores de intervalo, pois eles fazem a seleção automaticamente.

 

  1. Certifique-se de que as portas para as provas estejam devidamente conectadas nos soquetes apropriados do medidor. A ponta vermelha deverá ir ao soquete V, ou então no AC V. Já a ponta preta, deverá ser conectada no soquete preto, que normalmente é identificado como COM.

 

  1. Coloque a ponta preta de prova no encaixe vertical menor da tomada, enquanto a ponta vermelha deve ficar no maior. Neste momento, ignore o pino circular terra.

 

  1. Verifique a leitura do voltímetro, e atenção, pois uma leitura que mostra o valor zero pode indicar um sinal de que as pontas para a prova não estão atingindo os contatos da tomada. Caso isso aconteça, mexa nas pontas para tentar verificar uma leitura nova. Se ainda permanecer no zero, a tomada em questão pode não ter energia.

 

  1. Outras leituras identificarão a tensão presente, ou seja, uma leitura que mostre 117 indica que a tensão é de 117 na tomada.

 

DICAS E CUIDADOS

  • Nunca utilize o aparelho se as pontas para as provas estiverem queimadas, sem isolamento ou danificadas.

 

  • A medição deve ser feita por um eletricista, que além de garantir a segurança e exatidão, ainda poderá verificar possíveis problemas na fiação da tomada.

 

Gostou do artigo de hoje? Então continue nos acompanhando e fique por dentro de mais dicas imperdíveis como essa. Deixe também os seus comentários abaixo, quem sabe o próximo artigo pode ser desenvolvido para solucionar os problemas apontados por você.